Bomba!

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

A FORÇA DO QUERER - Capítulo 18/02 QUINTA - Resumo da novela A Força do querer completo - Hoje

No próximo capítulo da novela A Força do Querer – Ivan revelou a sua família que está grávido, fazendo todos entrarem em choque e não entenderem o rapaz, porém Joyce, após se dar conta de que o que o filho diz é verdade, se encherá de felicidades, uma vez que ela acreditará que isso era tudo que precisava para fazer Ivan virar Ivana novamente, Porém essa não será a única surpresa da dondoca, algo inacreditável acontecerá com Irene que revelará toda a farsa do golpe da barriga da vilã, o que fará Joyce pular de felicidade. Além disso, Dantas se sacrificará para livrar a pele de Silvana e mentirá para Eurico dizendo que ele foi o responsável pelo desfalque na C. Garcia, entretanto, essa atitude do homem não livrará a esposa de Eurico de outro destino terrível, Dita conseguirá entrar no quarto de Silvana, após a arquiteta se trancar, e encontrará a patroa caída no chão e vários frascos de remédios vazios espalhados, ela se dará conta do que houve e rapidamente, em prantos pedirá por socorro, Silvana será levada ao hospital e com pouquíssimas chances de sair dessa com vida, o que deixará Eurico e Simone desesperados.  E mais, Eugênio dará uma bela de uma prensa em Ritinha e ordenará que a nora não procure mais Zeca, o que pra variar ela não cumprirá, já que a sereia novamente fará uma vídeo chamada com o caminhoneiro, o problema será que Ruy pegará a esposa no flagra e o que acontecerá depois será chocante! 

Ivan descobriu que o motivo de estar passando mal ultimamente não tem nada a ver com o que toma para ter aparência mais masculina, e sim por estar grávido. Depois de muito conversar com Nonato e Simone, ele resolver contar tudo para sua família, que a princípio ficará sem entender. Joyce perguntará como assim grávido e Ruy dirá:” Você está brincando com a gente não ta Ivana, cê ta brincando”. Ivan, vendo a cara de espanto de todos, dirá que só queria que eles soubessem e tentará sair correndo para seu quarto, mas ele será parado por seu pai que dirá: “ Ei, espera”. Eugênio ficará olhando para o filho depois o virará para que ele olhe para Joyce, os 3, pai, mãe e filho ficarão próximos e Joyce, já sorrindo, dirá: “É verdade isso? É verdade isso?”. Ivan dirá que ficou sabendo a pouco tempo e Joyce, cheia de emoções o abraçará: “Minha filha, minha filha”. Joyce não parará de sorrir e Eugênio dirá que será avô outra vez. Ruy também sorrindo perguntará quem é o pai e Ivan dirá que é o Claudio. Joyce perguntará se Claudio já sabe da novidade e Ivan dirá: “Não, ele não ta aqui, ele foi embora, eu nem sei onde ele tah”.  Joyce então mostrará que dará todo apoio dizendo: “Mas nós estamos aqui, nós estamos aqui”. Ivan abraçará os pais e todos celebrarão a união da família.

Enquanto uns estarão comemorando, Dita estará aflita, ela começará a bater na porta de Silvana dizendo: “Oh Silvana, abre aqui dona Silvana”. Sem imaginar que a patroa está caída ao chão, depois de ingerir uma quantidade expressiva de remédios. Mas calma ai que já falarei o que vai acontecer com a Silvana. Antes disso, falaremos de Eurico, que sem imaginar que a esposa pode estar passando dessa para a melhor, estará na casa de Dantas para que o pai de Cibele explique o romba em uma das contas da empresa, sem imaginar que foi a mulher que lhe roubou Eurico dirá: “E ai, fala Dantas, como é que se explica esse rombo, se é que isso tem explicação, porque já é a segunda vez que isso acontece e eu já estou até querendo a polícia lá dentro do escritório, não só uma auditoriazinha, porque eu não vou poupar ninguém, se alguém fez isso, alguém vai ter que pagar”. Dantas pedirá que Eurico lhe deixe falar, e sem pensar duas vezes, resolverá aliviar a barra da Silvana e assumir a culpa, ele dirá: “Fui eu, eu ia te falar. Eu usei o cheque, mas eu, eu vou, eu vou repor essa quantia, amanhã, foi uma, uma emergência, ai o cheque estava ali a mão e eu usei, eu ia te contar, mas não contei, porque eu ia repor o dinheiro, amanhã vai estar na conta, pronto”.  Cibele ouvirá tudo do fundo e ficará pasma ao ver Dantas se sujar para salvar Silvana, já Eurico, ficará pasmo e dirá: “Você não podia fazer isso neh Dantas”. Dantas, por sua vez, manterá a mentira e dirá: “ Eu não podia, mas eu fiz, agora o importante é você saber que você não vai perder nada, a empresa não vai perder nada, amanhã esse dinheiro vai estar lá, pronto”. Eurico, mesmo decepcionado entenderá o lado de Dantas e deixará por isso mesmo.

Já no apartamento do muquirana, Dita finalmente conseguia encontrar uma chave reserva do quarto da patroa e não pensará duas vezes para abrir. Ela entrará com tudo e encontrará Silvana caída no chão. Dita dirá chorando: “ Ai meu Deus, dona Silvana, o que foi que a senhora fez, dona Silvana fala comigo, dona Silvana, eu preciso de ajuda”. Ela pegará seu celular e ligará para a emergência.

Enquanto isso, Eurico, irá embora da casa de Dantas, e Cibele pressionará o pai: “ Cê assumiu a culpa, é isso mesmo? Então foi a Silvana, porque você não faria isso pela Dita, nem pela Simone, nem pelo Nonato”. Eurico dirá que já está tudo resolvido e Cibele falará: “Resolvido para quem?  Você paga com o  seu dinheiro o rombo que a Silvana deu no marido, pra quê? Eu quero entender pai”. Dantas, angustiado, dirá: “ Eu não sei porque eu fiz isso filha, mas eu fiz, eu não tive coragem de, de entregar a Silvana, de acabar com o casamento dela, de fazer mal a ela”. Dantas depois disso sairá para beber e ficará pensativo.

Voltando para o apartamento de Silvana, a arquiteta sairá em uma maca, levada na emergência e Eurico chegará no exato momento, ele falará desesperado: “Que isso, Silvana, Silvana”. Dita, chorando dirá: “ Tomou todos os vidros de remédios”. Eurico não acreditará no que acabou de ouvir e desesperado gritará: “nãooooo, Silvana, Silvana, Silvana fala comigo por favor”. A cena cortará já para o hospital onde Eurico ficará chorando esperando noticias da esposa, uma médica irá ao encontro dele e Eurico perguntará: “Ela ta viva, eu quero saber se ela ta viva”. A médica dirá que está fazendo de tudo, deixando Eurico mais desesperado. Simone chegará e os dois se abraçarão chorando, Eurico dirá: “Oh minha filha, o que sua mãe foi fazer meu Deus, o que sua mãe fez, eu não vou aguentar viver sem sua mãe, eu não vou aguentar”. Simone, também chorando falará: “Pai não fala isso, ela não vai embora, o que aconteceu vocês brigaram?” Eurico dirá que não e Simone falará: “ Mas ela estava bem de manhã pai o que aconteceu”. Eurico então perguntará se Simone teve alguma discussão com a mãe, Simone, lembrando, que encurralou a mãe por causa da Bibi, ficará calada e não dirá nada. Eurico abraçará a filha e pouco depois será chamada por uma das médicas.  Simone, sentará e desabará no choro, a jovem falará baixinho sozinha: “A culpa é minha mãe, mãe não, ai meu Deus”. Pouco depois Eurico voltará e abraçará Simone que continuará chorando: “Pai, ai mãe pai, a mãe não pode fazer isso com a gente pai”.

Algumas horas se passaram, e Silvana resistirá, a médica irá até Eurico e Simone avisar que ela já está no quarto e que os dois podem ve-la. Ele iram e Eurico falará: “Que besteira foi essa Silvana?” A médica falará que Silvana só se despertará direito no dia seguinte, pois ainda está sob os efeitos dos remédios. Simone mesmo assim dará apoio a mãe falará: “Mãezinha a gente está aqui”. Silvana, ainda desnorteada, falará:” Eu não quero perder vocês”. Eurico colocara a mão na esposa e dirá: “Você não vai perder a gente nunca”. Simone repetirá as palavras do pai e dará um beijo na mãe, Eurico também se aproximará da esposa e a beijará. Silvana apagará em um sono profundo e certificando que o ela está bem, Silvana e Eurico resolverão ir embora para dormir em casa. Dita logo perguntará como está a patroa e Simone dirá: “Ela ta bem Dita, ela ta bem”.  Eurico também falará: “Ela ta bem, mas ta muito grogue, não vai falar hoje, só amanhã, oh Dita, você tem certeza que não aconteceu nada aqui com ela, não teve nenhum problema”. Dita chorando dirá que nada e Simone, desconfiada, perguntará se Dita viu quando a mãe entrou em casa. Dita então falará: “ Vi, ela entrou, foi se trocar, eu pensei até que ela tivesse dormido”. Eurico reclamará de dor de cabeça e Dita dirá para a cozinha fazer um chazinho para ele. Simone, ainda desconfiada, irá atrás da empregada  e a colocará contra a parede.

“ Fala comigo Dita, Dita cê acontecer alguma coisa com a minha mãe eu vou ser obrigada a te culpar” Chorando, Dita dirá:” Me culpar, que isso Simone, quem mais do que eu gosta da dona Silvana?” Simone, também chorando, rebaterá: “Dita você gosta errado, você gosta errado, você gosta tão errado que a minha mãe quase morreu”.  Dita pedirá que a jovem não fale isso nem de brincadeira e Simone falará: “Mas é verdade, é verdade, acorda, cê acha que as coisas que você faz, que você esconde que a minha mãe faz, você acha que ta certo, você acha que você ta protegendo ela? Não tah, não ta”. Dita, muito emocionada dirá: “Eu bati tanto naquela porta, perdi para ela abrir”. Simone, com os olhos cheios de lágrimas questionará mais uma vez: “O que que aconteceu? Que que aconteceu, porque ela ficou desesperada desse jeito? Me conta! Foi por causa da Bibi é isso? Fala pra mim, foi por causa da Bibi, Dita o que uma foragida da polícia tava fazendo aqui dentro me conta”. Dita, mesmo no momento de tensão continuará a acobertar Silvana e falará: “Para com isso Simone, eu tenho culpa dela ter vindo parar aqui, eu tenho?” Simone não se cansará de perguntar e pressionará: “ O que que ela queria com a minha mãe? Agora Dita fala, eu vi o vídeo, o porteiro me mostrou o vídeo da minha mãe, a Bibi com a roupa dela o que que é isso?”  Sem ter mais como esconder, Dita revelará: “Ela queria fugir, pronto! E a Dona Silvana foi com ela”. Simone perguntará para onde e Dita chorando dirá que não sabe, ela jurará que não sabe, mas Simone não acreditará muito: “pensa se não sabe mesmo, pensa, antes da minha mãe fazer o que fez de novo, pensa”. Simone sairá e Dita ficará chorando na cozinha.

Já na casa de Joyce, a dondoca estará cheia de alegria com a gravidez de Ivan, e já planejará em reformar o quarto do jovem: “Esse quarto aqui é perfeito para o bercinho, eu vou mandar reformar esse quarto todo, vai ficar lindo, já tô cheia de ideia”.  Zu, que estará junto falará para Ivan: “Agora via ter que alimentar muito, comer por dois”. Joyce vai querer ser a mãe coruja e dirá: “Ivana traga suas coisas para cah filha, agora você precisa de cuidados”. Ivan então dirá: “Ta bom eu trago, mas eu não estou doente, só estou grávido”.  Joyce corrigirá e dirá : “Grávida! Não existe grávido Ivana”.  Ivan então dirá: “ Mãe eu pareço uma grávida?”

Ivan pouco depois irá até a casa de Elis Miranda e dirá: “ A minha mãe ficou mais feliz do que tonta, ela ta acha que essa gravidez vai me trazer de volta para o feminino, ela não entende que não é uma escolha minha, que ninguém escolhe ser trans. Ela quer que eu volte para casa, ela acha que essa aparência vai desaparecer, que eu vou ser a Ivana que ela tem na cabeça, ela vai decepcionar de novo”. Elis Miranda por sua vez dirá: “Bom se ela precisa disso para entender que não vai conseguir mudar sua realidade meu amor, aza-lo dela, morro de pena, paciência”

Já Joyce, conversará com Zu: “ Não podia ter acontecido nada melhor que essa gravidez Zu, foi Deus, foi Deus que trouxe a cabeça da Ivana de volta pro lugar”. Zu, querendo abrir a cabeça de Joyce dirá: “Mas vai ser um homem grávido não é dona Joyce, ela falou para mim que não está se sentindo mulher por causa disso, continua igualzinho, sentindo que é homem”. Joyce então dirá: “ Espere para ver, espere, como a natureza falará mais alto”. Zu, por sua vez, dirá: “Eu tô pensando assim, se a natureza dela não for de mulher mesmo, no início eu achava que era, mas depois que a Ivana foi se transformando a senhora não vê que agora ela é mais alegre, não tem aquela coisa de ficar pelos cantos, deprimida, falando que não sabe quem é”. Joyce, certa das suas ideias dirá: “ Não incentiva essa sua maluquice Zu, não incentiva”.

Enquanto Joyce estará feliz por causa de Ivan, ela continuará passando por maus bocados na mão de Irene, que tentará atazanar ela de todo o jeito, porém, isso durará pouco, uma vez, que Irene acabará surtando e caindo de um elevador desativado, batendo as botas. Junto com ela será encontrada uma barriga falsa, o que fará todos descobrirem que a vilã estava aplicando um golpe da barriga e que não tinha bebê nenhum, deixando não só Joyce como Eugênio aliviados.

Por falar em Eugênio, esse chamará Ritinha para uma conversa particular e colocará a jovem contra a parede: “ Eu estive com o Zeca, ouvi muitas coisas que me preocuparam bastantes, que eu não gostei de ouvir, eu já sei que é você que estava ligando para ele”. Ritinha tentará desmentir dizendo: “ Mais olha que eu tô passada”. Mas Eugênio, valente, fará ela ficar quietinha: “ Ritinha para, chega de enrolação, chega, se eu trouxe essa conversa para ca, longe do Ruy é para te dar a chance de falar a verdade, o que você quer com esse rapaz, o que você quer com ele, procurando ele o tempo todo, estando sempre lá, Ritinha, você está tendo alguma coisa com o Zeca? Responde”. Ritinha mais uma vez conseguirá enrolar, como ela faz com todo mundo, mas Eugênio deixará claro que não quer mais a nora indo até o bairro de Zeca, e que se a mãe dela quiser lhe visitar que seja na sua casa. Ritinha também prometerá não manter mais contato com Zeca, mas será uma promessa de 2 minutos, já que logo que Eugênio sair ela ligará para o bobão do Zeca, perguntando se ele contou para Eugenio do casamento deles, Zeca dirá que não, mas que dá vontade de fazer, Ritinha dirá que ele não tem coragem e Zeca falará: “Faço, faço, mesmo, você vai vez se eu não faço”.

Neste momento Ruy entrará no quarto, Ritinha fechará o laptop e Ruy furioso berrará:” O que que é isso Ritinha, ele faz o quê Ritinha, o que esse cara ta te ameaçando?”. Ritinha, mais uma vez mentindo, dirá: “não foi eu que chamei não, ele olhou para mim e disse que vai falar para todo mundo que eu tô querendo ele que eu vou me lascar, que eu sou dele, eu não liguei para ele, foi ele que me ligou, eu não liguei”. Ritinha sairá correndo chorando, enquanto Ruy, sem dizer mais nenhuma palavra, pegará a arma que comprou e ficará olhando para ela, preparado para ir atrás de Zeca para terminar essa história.


Postar um comentário

0 Comentários