Bomba!

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

A FORÇA DO QUERER - Capítulo 25/02 QUINTA – Resumo da novela A Força do Querer hoje completo 2021

 

        No próximo capítulo da novela A Força do Querer – Ritinha teve Ruyzinho arrancado dos seus braços e não pretende deixar barato, a sereia aproveitou do depoimento de Ruy para invadir a casa de Joyce e resgatar o filho, o que Ritinha não imagina é que a madame possui a guarda do menino agora e após revelar isso a escorraçará de lá. Porém, isso só causará mais fúria em Ritinha, que sem conseguir ver o filho, usará do seu maior segredo para colocar Joyce e Ruy no chinelo e recuperar Ruyzinho, revelando que o menino é filho de Zeca. Além disso, Bibi está vivendo um dilema com Rubinho, uma vez que agora tem 100 por cento de certeza que é corna, mas não pode mais voltar para a casa de sua mãe por acreditar ser uma foragida da polícia, porém essa situação mudará rapidamente, já que Rubinho será rendido e levado para a cadeia, o malandro deixará Bibi na miséria e ela terá que implorar por comida para conseguir voltar para a casa da sua mãe sem morrer de fome. Isso será o decreto para a perigosa abandonar de vez o marido marginal. E ainda, Silvana abrirá o envelope que Bibi deixou consigo e usará do dinheiro para repor o desfalque que o agiota deixou, entrando em mais uma confusão.  Também veremos Jeiza confrontando Caio por seu relacionamento passado com Bibi e muito mais. 

    Veja todos os detalhes no vídeo acima!

O capítulo começará com Ritinha aparecendo de surpresa no apartamento de Joyce. Zu ficará surpresa e perguntará como a sereia entrou na casa. Ritinha começará a andar e Zu tentará a segurar, mas a sereia, brava, berrará: “Cadê meu filho, me solta, eu vou levar meu filho e não tem quem me empate não me trisca, não me trisca”. Joyce, vendo o barulho chegará brava e falará olhando no olho de Ritinha: “Saia já daqui”. Ritinha, valente, berrará: “Saio, mas eu saio levando o meu filho, porque o filho é meu, não é da senhora, é meu, quem teve ele foi eu, não lembra não?”. Joyce dirá que de lá o menino não sai e Ritinha responderá que ela não vai a empatar. Ritinha entrará no quarto para pegar a criança, enquanto Joyce pegará seu celular e ligará para a polícia. 

Ao ver o filho, Ritinha se emocionará: “Oi amor, oi meu filho, vem mamãe vem”. O menino, com saudades, se encherá de felicidade e irá de encontro de Ritinha. Ela pegará o filho no colo e sorrirá junto com ele. “Oh eu vou levar você para casa tah, que aqui não é lugar da gente não viu, oh, vou te levar para conhecer Parazinho, tu vais gostar, vou dançar carimbó, te levar para ver os botos, nadar com os botos, que eles vão gostar é muito de ti, tu sentiste minha falta neh, bora”. Ritinha sairá do quarto com o menino em direção a porta da sala, ele falará para Joyce que quem quiser filho que tenha o seu e sorrirá.  Porém, Ritinha verá que a porta está trancada, ela virará para Joyce e perguntará se ela trancou a porta, Joyce falará que trancou a dos fundos também e baterá o pé que de lá a moça não sai com seu neto. Ritinha então dirá: “Eu espero a senhora cansar, uma hora vai ter que abrir, não vai ficar aqui a vida toda que eu sei”. Joyce dirá que só abrirá quando a polícia chegar e Ritinha, sem acreditar na audácia de Joyce, dirá:” Ah, a senhora chamou a polícia, pois foi muito bom ter chamado, senão eu ia chamar, porque a senhora não vai pegar o filho da amante do seu marido para criar”. Zu falará para Ritinha se acalmar, mas a jovem continuará: “Pelo menos é filho do marido dela, não é não?”. Joyce ficará cheia de fúria e berrará: “Você já fez muito estrago na vida do Ruy, não vai fazer mais um sumindo com o meu neto”. Ritinha, que sempre tem as palavras certas na ponta da língua, falará:” E o Ruy não fez estrago na minha vida não? Hum? No dia que ele foi lá em Parazinho, no dia do meu casamento e escangalhou com tudo, não fez não dona Joyce?”. Brava, Joyce rebaterá: “Você que respeitasse o compromisso que tinha com o seu noivo”. Ritinha então continuará:” Mas olha, quem ficava me abicorando era o Ruy, quem andava atrás de mim era Ruy, armou, armou até de Zeca sair de Parazinho e vir pro Rio de janeiro só para Zeca me deixar sozinha, a senhora não sabia disso não?” Nervosa, Joyce perguntará o motivo da menina ter casado com seu filho sendo que ela queria Zeca, Ritinha dirá que não queria Zeca e Joyce rebaterá: “Ah não queria, não queria, mas ficou ai comunicando pelo computador com ele, mandando fotos do Ruyzinho para ele, fazendo o Ruy acreditar que era ele que estava atrás de você para o menino fazer a besteira que fez”. Já mais paciente, Ritinha falará: “Dona Joyce, a senhora acha mesmo que eu queria botar Ruy contra Zeca? Eu não sou uma pessoa ruim não dona Joyce, nunca na minha vida inteira eu quis fazer mal para alguém, ainda mais para Ruy e Zeca, eu gosto muito deles dois, nunca ia querer fazer mal para eles”. Joyce dirá que Ritinha gosta apenas dela e de mais nada, nisso Ritinha concordará: “Eu eu tô errada de gostar de mim? Tô errada de gosta? Gosto de mim, gosto, gosto mesmo, gosto, e eu prefiro gostar de mim do que querer fazer os outros entrarem no meu molde que nem a senhora faz”. Joyce cansará de briga e irá para seu quarto, pedindo para Zu a chamar quando a polícia chegar.

Zu abalada com tudo isso perguntará: “Como é que você deixou as coisas chegarem nesse ponto Ritinha? “ Ritinha pedirá que Zu abra a porta e a empregada falará: “Não posso abrir a porta para você, eu nem sei, eu nem vi onde é que dona Joyce escondeu essa chave”. Ritinha dirá que espera e continuará com o filho nos braços. Pouco depois dois policiais chegarão e Ritinha já falará: “O senhor policial, olha aqui ó, elas estão me prendendo aqui com o meu menino, eu não estou conseguindo sair, eu não quero dar queixa, não quero dar queixa nenhuma, eu só quero ir embora”. Neste momento Joyce surpreenderá Ritinha dizendo que tem a guarda da criança e mostrando o documento para os policias. Eles então falaram para Ritinha que ela não pode levar Ruyzinho, pois a guarda é da Joyce. Ritinha então falará: “ Mas a mãe do menino sou eu”. O policial dirá que isso ela resolverá depois com o juiz e irá até ela tentar pega-lo. Ritinha, chorando, falará: “Não, o menino é meu, eu que tive ele, ele é meu, eu tive ele, não, não faz isso”.  Ela então resolverá entregar o menino para ele no ser pego a força. O policial  dará Ruyzinho a Joyce e Ritinha faalrá: “A senhora me paga,  a senhora me paga, tu vais ver o que eu vou fazer, a senhora me paga, vai ver quem é que vai levar o farelo ta ouvindo, filha de uma égua”. Ritinha irá embora e Zu chorará: “Partiu o meu coração, partiu o meu coração”. Joyce, sem nenhum ressentimento dirá: “Zu, o que me partiu o meu coração é ver o meu neto sendo entregue a essa irresponsável, irresponsável dessa menina, não fiz nada disso para atingir a ela não, apesar de todo o mal que ela fez ao Ruy, eu fiz para defender o meu neto, por ele”.

Depois disso Ritinha irá até a casa de Aurora, que estará tomando um café com Elvirinha e Garcia, ela chorando falará: “Eu tô para morrer, tão tomando o Ruyzinho de mim, dona Joyce pegou o menino e chamou a polícia para arrancar o menino de mim”. Elvirinha, já defendendo Ritinha dirá: “Ah mas não ta certo porque ela é a mãe, que covardia é essa”.  Ritinha contará tudo que houve chorando e Elvirinha, esperta bolará um plano para ajudar a sereia: “Oh, se o problema é Joyce, não a nada que Joyce tenha mais medo, pavor, escândalo, guarda isso, guarda isso, presente para você”.  Ritinha então irá para Niteroi e ficará chorando desesperada, Abel contrariando tudo que sempre disse irá até a jovem e falará: “Oh menina, olha, larga de leseira que ninguém vai tomar seu filho não, eu, eu mesmo vou no juiz dizer que você pode até não prestar, mas como mãe presta”. Os dois se abraçarão e Ritinha chorará emocionada. E seu Abel cumprirá com sua palavra, tanto que Dantas tentará levar Abel para depor, tudo no intuito de ajudar Ruy e o senhor, juntamente com Nazaré e Ednalva tocará o advogado da sua casa. 

Já Ruy, no meio disso tudo irá para a delegacia, enquanto ele estará dando seu depoimento, Zeca estará dando o sue no hospital: “Eu conheci esse Ruy lá em Parazinho, quando ele foi lá comprar castanha com o pai”.  A detetive perguntará se os dois eram amigos e Zeca dirá: “ Égua, amigo coisa nenhuma, só que ele me contratou para eu trazer uma encomenda aqui para ele, só que depois eu descobri que a encomenda era uma forma dele ficar sozinho com ela”. Zeca contará toda a história, enquanto Ruy dará sua versão na delegacia. Ruy então será liberado enquanto aguarda o processo.

Ritinha, querendo o filho de qualquer jeito procurará Ruy, ela irá até a C. Garcia e encontrará Eurico, ela pedirá para subir para falar com Ruy e Eurico dirá: “Já sei o que está acontecendo, soube de tudo, você não é mole, quase mata um e bota o outro na cadeia”. Ritinha dirá que não queria fazer nada disso e Eurico, ajudando a moça, falará: “Já que você vai ter que ver ele mesmo, vai resolver isso agora, vem cah, passa, vamos comigo”.

Na sua sala, Ruy estará com Cibele e com Amaro, eles perguntarão como fica o casamento dele agora e Ruy dirá que provavelmente seu casamento não tem mais valor. Neste momento Ritinha entrará com Eurico que falará: “Ruy, se vocês vão ter que conversar um dia, que seja agora, conversa logo”.  Eurico sairá, assim como Cibele e Amaro. A primeira coisa que Ritinha dirá é que quer o filho de volta. Ruy nervoso falará: “Ah, quer sim, casada, você já tinha casado Ritinha, não me falou nada, me enganou esse tempo, enganou todo mundo”. Ritinha, cheia das suas histórias, falará: “Não me sentia casada não, casada porque, só porque eu assinei um papel de casamento eu me sentia casada? Não me sentia casada não, nem na festa de casamento eu fui, nem bolo eu cortei, porque tive que sair fugida contigo, não me sentia casada não”. Ruy dirá que ainda ela ficou andando atrás do Zeca e falou com ele no computador, ela chorando complementará: “Você tem noção do que me fez, me fez de otário, me fez de trouxa, minha mãe estava certa”. Ritinha, ainda valente, rebaterá:” Trouxa porque? Porque eu tô conversando com uma pessoa, porque eu tô conversando com uma pessoa agora eu tô correndo atrás da pessoa, não posso não, falar com ninguém mais não?”. Ruy logo rebaterá: “Só conversou? Você tem coragem de falar para mim que só conversou Ritinha, como você é cínica, eu já tô sabendo de tudo Ritinha”.  Ritinha perguntará quem falou e Ruy dirá que não interessa, ela então falará que tem a certeza que foi a Cibele. A filha de Dantas, que estará atrás da porta ouvindo tudo, logo aparecerá para confirmar, ela falará tudo que Abel disse e Ritinha, sem ter como negar, dirá: “Seu Abel não estava mentindo não, eu ia atrás de Zeca sim, ia lá na rua gritar pelo Zeca, porque eu queria o divórcio e Zeca não queria me dar, gostava de falar com ele sim, pra lembrar de Parazinho, gostava”. Ruy dirá que ela ganhará o suficiente para voltar com quem quiser para Parazinho. Ritinha dirá que não quer o dinheiro de Ruy, que apenas quer o filho, mas bravo Ruy berrará: “Isso você não vai ter, o meu filho você não leva Ritinha, você vai ficar bem longe de mim e bem longe do meu filho, você não vai chegar perto do meu filho”. Ruy sairá chorando, enquanto Ritinha atrás gritará:” Vocês vão ter que devolver meu filho pra mim, vão ter que devolver meu filho, que história é essa de juiz ficar dando o filho dos outros ai pra rua, que de o dele o meu ninguém vai dar não, não vai dar não”. Ruy fugirá e Dantas acalmará Ritinha: “Ritinha calma, o Juiz não vai dar seu filho para ninguém, a Joyce ficou com a guarda provisória enquanto ele estuda essa separação sua com o Ruy é isso”. Ritinha, certa do que está acontecendo, falará: “E tu não ouviu o que o Ruy disse não, que não vai me deixar chegar perto do menino, tu não ouviste também Biga”. Dantas dirá que enquanto durar a guarda provisória Ritinha tem o direito de visita e a sereia, achando tudo isso um absurdo, falará: “Agora eu tenho que ter direito para visitar meu filho, eu mãe, vocês acham que me enganam neh? Vocês vão ver o que eu vou fazer”.

No dia seguinte, Ritinha irá visitar Ruyzinho e Zu avisará a todos: “Ritinha está lá embaixo esperando”. Ruy, valente, dirá: ‘Vai morrer esperando, ele não vai”. Simone dará um conselho dizendo que é a ordem do juiz, e Ivan falará: “Você perde a razão cara, me entrega ele, eu levo com a Simone”. Ruy dirá que não e que não tem papo, que ele não irá. Marilda ligará novamente para Zu avisando que elas estão esperando e Zu pedirá que tenha mais um pouco de paciência. Marilda então falará com Ritinha que caso eles não apareçam as duas devem ir na polícia, mas Ritinha dirá: “ Que chamar a polícia Marilda, chamar a polícia pra que, para eles arrancarem Ruyzinho dos meus braços, vou chamar não, eu vou é fazer o que dona Elvira disse, desça não para ela ver, desça não”. E Ruy não entregará o menino, ele sairá com Ruyzinho de carro, deixando Ritinha descontrolada.

A sereia então resolverá se vingar de toda a família Garcia, primeiramente ela começará a fazer vídeos na internet vestida de sereia, dizendo que roubaram seu filho, ela arrumará vários depoimentos, inclusive de Garcia e Elvirinha e reunirá uma multidão de fãs que levantarão a bandeira “Devolva o filho da sereia”. Ritinha será inclusive chamada para ir para a tv, onde falará mal de Joyce e ruy” O maior escândalo será feito e Joyce surtará, Ritinha irá além ainda e estará decidida a revelar que Ruyzinho não é filho de Ruy e muito menos neto de Joyce, e quem não verá o menino nunca mais será eles, ela resolverá fazer isso na frente do Juiz, mas não será preciso, uma vez que Cibele mostrará o resultado do teste de DNA para Ruy e pouco depois Zeca verá a marca de nascença do menino e saberá que é seu filho. Essa bomba vai estourar e Joyce e Ruy não terão mais como ficar com a guarda de Ruyzinho.

Agora outra bomba que vai estourar será a uma entre Caio e Jeiza, a loira descobrirá que o namorado foi noivo de Bibi e o confrontará: “Porque que você escondeu a sua história com a Bibi”. Caio então dirá: “Porque eu não queria que tivesse acontecido, me deprime, encabula, por causa do que ela se tornou, porque eu achei que a gente tivesse alguma afinidade e alguns momentos que a gente fosse até parecido”. Jeiza, por sua vez falará: “Ou porque não esqueceu ela completamente, não é?”  Caio, sincero, falará: “Esqueceu completamente, alguém esquece completamente um grande amor, você esqueceu completamente o Zeca?”. Jeiza dirá que o assunto não é o Zeca e Caio falará: “Então não vamos falar do Zeca, nem da Fabiana, é passado, passou, ei, passou ou não passou? Os dois se beijarão dispostos a esquecer o passado.

Enquanto isso, Bibi ficará em uma saia justa, ela que agora sabe que Rubinho a traiu, não conseguirá perdoar o marido, mas ao mesmo tempo não poderá voltar para o Rio de Janeiro e terá que morar com ele, ela decidirá seguir em frente, mas será surpreendida pela polícia, que após conseguir localizar Rubinho o prenderão.  Bibi por sua vez ficará sozinha na casa, já que não terá mandado de prisão para ela, ela chegará a suplicar Rubinho por pelo menos um dinheiro para voltar para casa com seu filho, mas o malandro deixará ela sem nada.  Bibi terá então que contar com a boa vontade de Alessia, que falará para a amiga pegar um taxi dizendo que paga quando Bibi e Dedé chegarem no morro. Bibi se sentirá humilhada, pois fará a viagem toda com fome e contará com a boa vontade do taxista que pagará um lanche para os dois. 




Postar um comentário

0 Comentários