Bomba!

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

A FORÇA DO QUERER - Capítulo 05/03 SEXTA - Resumo da novela A Força do Querer hoje completo 2021


No próximo capítulo da novela A Força do Querer – Cibele terminou sua missão, conseguindo provar que Ritinha mentiu e que Ruyzinho não é o filho de Ruy, só o que a recalcada não esperará e que o playboy estará tão fissurado em Ritinha e Ruyzinho que mesmo com o exame de DNA esfregado na sua cara, Ruy se negará em aceitar os fatos e baterá o pé que Ruyzinho é seu filho sim. O ex de Ritinha fará um pedido sinistro para Cibele que a deixará completamente chocada. Além disso, Irene começará a demostrar que está surtando de vez e Mira resolverá pular fora do barco antes que seja a próxima vítima da amiga, ela resolverá denunciar Irene e virar parceira da polícia, deixando a grávida de Taubaté com os dias contados. E mais, Bibi será mais uma vez humilhada por Rubinho ao ser escorraçada de sua casa no morro, já que agora Carine morará lá. A Perigosa, resolverá não revidar dessa vez e procurará Silvana, acreditando que o dinheiro que a amiga guardou para ela é a única forma dela se reerguer, mas será surpreendida ao descobrir que Silvana gastou tudo. Essa será a gota d’agua para a perigosa surtar de vez e fazer o que ninguém espera com Silvana. 

Cibele correu, correu e finalmente conseguiu provar que sua intuição estava certa e que Ruyzinho não é filho legítimo de Ruy, a moça não teve dó do ex-namorado e resolveu mostrar o exame de DNA do garoto, mas para a sua surpresa a reação de Ruy será muito diferente da que ela esperava. Ruy abraçará o menino e dirá: “Ele é meu filho, claro que ele é meu filho, tira isso daí, ele sempre foi meu filho, ele é meu filho”.  Cibele, tentando ajudar Ruy a entender a situação falará: “Ruy, você tem noção? Isso daqui pode te absorver, cê vai a juro, você pode ser preso, você vai ser preso, isso aqui é a garantia de pelo menos uma pena menor”. Ruy, pensando apenas em Ruyzinho, e não querendo perder o garoto, falará: “Não me interessa, rasga isso daqui, você mostrou isso para alguém?”. Cibele dirá que mostrou apenas para Ruy e ele falará: “Então você não vai mostrar isso para mais ninguém eu não quero que ninguém saiba”. Neste momento Joyce chegará no quarto, ela cumprimentará Cibele que se levantará falando para Ruy pensar. Cibele sairá juntamente com Joyce e Ruy ficará pensativo, chorando, abraçando Ruyzinho e dizendo: “Meu filhão, meu filho, meu filho”. 

Ruy, depois de ficar um bom tempo devastado em seu quarto, chamará seu melhor amigo, Amaro até sua casa para desabafar com o rapaz. Amaro, vendo o estado de Ruy questionará o que houve e o rapaz dirá: “A Cibele já deve ter te contado neh”. Amaro dirá que não, que nem encontrou a Cibele depois do tribunal. Ruy então mostrará o teste de DNA, Amaro ficará chocado e Ruy falará: “Eu não vou usar isso pra me defender, dane-se também, não me interessa esse resultado do jure..” Ruy cairá no choro e Amaro abraçará o amigo, ele perguntará se Ruy quer sair, dar uma volta, beber alguma coisa e levará o rapaz, mas antes Ruy repetirá o que disse para Cibele: “eu não quero que ninguém veja isso cara, ninguém”. Depois de beberem bastante, Amaro dará o conselho de que Ruy deve refazer o exame em um laboratório de confiança, mas o playboy dirá: “Não, presta atenção, o filho é meu porra, eu sei que o filho é meu, eu lembro quando a Ritinha ficou grávida, ela falou que nem tinha, magina, que nem tinha chegado nos finalmentes com o Zeca, cê acha que ela ia mentir pra mim Amaro? Ela não ia mentir pra mim”

Por mais que Ruy vai querer esconder sobre a verdadeira paternidade Ruyzinho, ela acabará sendo revelada a todos. No dia seguinte, com uma ordem do juiz, Ritinha irá buscar Ruyzinho na casa do Playboy, e terão que entregar o menino para ela. Ritinha logo levará o pequeno para ver Zeca, para agradecer o que ele fez no julgamento: “Olha quem ta ali, es Zeca, tu estas vendo? Por causa dele que tu estas comigo, fala assim, brigada Zeca”. Zeca, que gosta muito do menino já o pegará no colo, sem imaginar que é o pai dele. Já na casa de Ruy, o rapaz chegará em casa depois de passar a noite bebendo e ficará assustado por Ruyzinho ter ido com Ritinha: “Como assim ele foi? Como é que vocês me entregam o menino para ela?” Zu dirá que foi ordem do juiz e que tinha que entregar, mas que Ruy não precisa ficar triste não pois ele voltará. Ruy, por sua vez, ficará completamente entristecido e se trancará no quarto, ele depois pedirá mais conselhos a Amaro, que falará que a única solução seria Ruy perdoar Ritinha e voltar com a sereia, assim ele não correria risco de perder Ruyzinho. Ruy depois de muito pensar decidirá fazer isso, mas será tarde, uma vez que Ritinha deixará Ruyzinho um pouco com Nazaré e a mulher verá no menino a marca de nascença igual a de Zeca e Abel, Nazaré contará para o sobrinho que emocionado se dará conta que Ruyzinho é seu filho. Depois disso, Zeca entrará na justiça para reconhecer Ruyzinho como seu filho e todos acabarão descobrindo que o menino não é filho de Ruy, o que deixará o playboy completamente surtado.

Mas quem conseguirá ter um surto maior será Irene. A vilã começará a endoidar de vez nessa história de falsa gravidez e de querer conquistar Eugênio a todo custo, ela começará a experimentar umas barrigas falsas maiores e irritada, falará: “Esse não, esse aqui é péssimo, essa aqui sim, essa aqui sim, um pouquinho maior”. Mira, percebendo que Irene está começando a surtar, tentará fazer a amiga tirar da cabeça essa ideia de falsa gravidez. “Você não vai fotografar com essa barriga também não neh Irene? Você não acha que já chega?”. Irene, maluca, dirá: “claro que não, eu vou aparecer pro Eugênio, eu vou ficar lá plantada, eu sei a hora que ele chega, eu vou ficar plantada na porta do escritório dele”. Mira, tentando alertar, falará: “Você está se expondo muito Irene, pra que correr esse risco? O Garcia e a Elvira vivem indo lá na empresa”.  Irene, sem nem ouvir a amiga, dirá: “Eu conheço o Eugênio, conheço ele, ele vai ficar culpado, vai ficar culpadíssimo por mim e pela nossa filha”. Mira, balançado a cabeça, falará: “Você nem ouve mais o que eu falo para você neh Irene? Eu tô achando que você tem vocação suicida mesmo”. Irene, brava, resmungará: “Sorte sua se eu não tiver, você é jovem demais para ser suicidada”. Mira, temendo, responderá: “Suicidada Irene? Você está me ameaçando de novo?”. Irene, em uma mistura de choro e raiva, responderá, se aproximando de Mira: “Nós começamos juntas, nós vamos terminar juntas, ouvi? Parece que você não entende isso, parece que você não entende, SOME DAQUI!”. Irene começará a bater em Mira com um travesseiro e fará a mulher ir para a sala. Já sozinha no quarto, irritada, Irene começará a rasgar uma das barrigas falsas e dizendo: “ Sua vez neh Mira, sua vez de ser suicidada, você...”.  Ela mostrará estar completamente descontrolada e Mira percebendo isso sairá do apartamento imediatamente. Como sempre foi parceira de Irene, Mira acreditará que ao lado da vilã só terá duas saídas, ou levar a pior nas mãos da amiga ou acabar presa junto com ela quando todos descobrirem que Irene na verdade é Solange. Mira, então decidirá trair Irene pela primeira vez e a entregar para a polícia, acreditando que assim conseguiria uma espécie de delação premiada. Ela antes irá até Dantas e contará tudo para o ex chefe, que por sua vez correrá avisar Elvirinha e Garcia, fazendo os dois ficarem a um passo de concretizar sua vingança contra Solange.

Agora vamos falar de Bibi, a perigosa depois de cortar relações de vez com Rubinho, tentará refazer sua vida, mas errará feio ao pensar que pode fazer isso no morro, uma vez que Rubinho, mesmo preso, comanda o lugar. Ela irá até sua antiga casa onde vivia com o marginal e fará uma bela de uma faxina, pretendendo abrir lá uma espécie de brechó. Alessia chegará no local e elogiará a faxina: “Que que é isso hein colega, ta um brinco hein, outra casa””. Bibi, animada, dirá:” Ta um brinco neh, já da para colocar umas araras aqui, depois eu vou organizar, colocar umas coisas aqui em cima também”. Alessia, feliz pela amiga, falará: “Oh moh vacilo o morro ter sido tomado, época de baile, salão e botique não dava prejuízo aqui não porque bombava direto”. Bibi, sorrindo, dirá: “Nem me fala, tanta roupa, tanta biju que eu tinha, levaram tudo, levaram tudo quando os policias entraram aqui, foi”. Alessia, acalmando a amiga, falará: “Relaxa, relaxa, já separei umas coisinhas lá em casa que eu não quero mais e vou te dar, porquê esse seu brechó ta garantido”. Bibi, sorrirá e dirá: “Caraca, sabe aquela amiga minha que eu falei que eu deixei uma grana? Ta viajando, senão já ia dar para eu ir fazendo umas coisas, dar uma melhorada aqui, mas ela resolveu viajar logo essa semana, ninguém merece”. Alessia, então dirá: “Eu sei lá amiga, eu se fosse você eu ia pedir essa pensão na boca não ia deixar barato não, que, e eu te digo mais se você quiser resolver isso fala com o Sabiá que ele resolve isso logo, lá da cadeia mesmo, em dois tempos, mas ó, tem que dar queixa na boca”. Bibi, por sua vez, falará: “Que mané queixa em boca o que, quero saber de boca nenhuma, eu quando eu desapego eu desapego, me desapeguei, eu não quero saber de nada de Rubinho, não quero lembrar da cara dele, não quero nada que venha dele, aliais, nem te contei, quando eu fui lá na cadeia, ele achando que eu ia tirar com ele, eu falei, tu tomou teu chifre, antes de você me da o meu tu levou o seu, seu merdinha”. Alessia ficará passada que a amiga teve coragem de fazer isso e a conversa das duas será interrompida por batidas na porta.

Bibi mandará entrarem e será Kikito que falará: “Qual é Bibi, vai ter que desocupar esse barraco ai”. Bibi então falará: “Mas o que que é? Que desocupar o barraco Kikito, o barraco ta alugado pra mim, nós pagamos por um ano, ta no meu nome esse aluguel”. Kikito dirá que o dono já vendeu e Bibi falará: “Como assim o dono já vendeu se já ta alugado pra mim, quem é esse ai, que é o caboco que eu mesmo vou falar com ele”. Kikito então dirá: “O Rubinho que comprou essa casa aqui Bibi, ele pediu para você desocupar”.  Bibi ficará completamente chocada, sem ter o que falar. Já dentro do presidio, Rubinho conversará com Sabiá: “Desgraçada, desgraçada, essa mulher me entra aqui para falar pra mim, na minha cara que botou chifre, ela quer guerra ela vai ter guerra, escreve o que eu estou te falando, vai ser guerra esse negócio”. Sabia, por sua vez, dirá: “Até então eu tô fechado contigo, você já casou com a mulher problemática desse jeito irmão, e se essa mina for lá na boca fazer queixa esse negócio de pensão alimentícia vou ter que agir no certo pelo certo irmão, porque é o seguinte parea, com chifre ou sem chifre você vai ter que pagar a pensão do menor”. Rubinho, bravo, dirá: “Olha aqui, vou falar um negócio, eu passei a visão, tu vai ver se daqui a pouquinho ela não vai chegar aqui, com o rabinho entre as pernas pedindo arrego pra mim, vai pedir arrego pra mim, acabou esse negócio”. Sabiá, querendo fazer a lei do morro de qualquer jeito, dirá: “Essa lei não vale só para você não, vale pra favela toda” os dois acabarão discutindo na cadeia, dando início a uma rivalidade.

Enquanto de volta ao morro, Bibi chorando, dirá: “Nossa, não tô acreditando nisso, ele ta querendo me humilhar neh, ele ta querendo me pisar, se sentir por cima, ele ta querendo me humilhar mesmo, mas não vai conseguir não porque eu tô acima dele, eu tô acima dela eu consigo” Bibi se alterará e berrará: “Quer essa casa? Toma essa casa, quer essa merda, toma! Leva! Enfia junto com o chifre dele”.  Kikito, tentando a acalmar dirá: “Qual é Bibi, pega a visão, o Sabiá falou que se você quiser a pensão o bagulho vai estar tranquilo, mas o barraco aqui você vai ter que desocupar”. Bibi, ainda furiosa, gritará: “Eu não quero nada, não quero nada, nem pensão eu quero”. Alessia aconselhará a amiga a pensar direito pois ela ta falando toda atrapalhada na revolta, porém, certa de si, Bibi falará: “Tô não, tô falando de verdade, eu tinha uma vida antes disso aqui, eu tinha uma vida antes desse homem e eu vou ter minha vida de novo, se eu não puder montar meu brechozinho aqui eu vou montar na minha casa, ta bom”.  Alessia dará apoio a amiga e falará que irá junto dela pegar as coisas em sua casa. Kikito, entristecido, dirá que está apenas cumprindo ordens e Bibi falará: “Eu sei Kikito, eu sei, vamo, vamo sair daqui, vamo sair daqui que eu tô sufocando aqui dentro”. 

Bibi então levará as roupas que Alessia lhe deu para a casa de sua mãe e Aurora questionará se a filha acha realmente que um brechó vai dar certo. Bibi então dirá: ”É a única coisa que eu tenho até eu arrumar uma grana para pagar todas essas contas, ficou difícil pra mim mãe, ficou difícil, eu queimei minha cara no jornal, ta todo mundo virando as costas pra mim”.  Aurora dirá que nem se lamentará da canalhice que Rubinho fez com a filha pois tudo que quer é ver Bibi longe do morro, a perigosa, por sua vez, dirá: “Mas lá era melhor mãe, lá é melhor porque tinha o lugar, tinha o barraco para eu vender essas coisas, e as pessoas do morro gostam desse tipo de roupa ai entendeu? Gostam de ostentar, não tem nada não eu vendo aqui em casa, eu vou vender na casa dos outros, não é isso que vai me derrubar não, ele não vai me derrubar, não vai me derrubar”. Aurora falará que a filha pelo menos se livrou do carma chamado Rubinho e Bibi lamentará as coisas que fez por amor ao marginal. Aurora, se estressará e dirá: “Você não enxergou o Rubinho, você foi apaixonada Bibi pelo que o Rubinho fazia você se sentir, a mulher mais amada, mais desejada”.  Bibi chorando, dirá: “ Você fala assim eu fico lembrando, a vontade que eu tenho é de dar na minha cara, vontade de me bater”. Aurora falará que até entende o impulso do início da filha não querer abandonar o marginal, mas que depois ela ficou mesmo foi deslumbrada por esse mundo bandido. Bibi, então dirá: “Não vou negar não, se a senhora visse a quantidade de patricinha, que sobem aquele morro vão pra aqueles bailes lá, só querendo chamar atenção de traficante”.  Aurora continuará a reclamar das escolhas da filha: “Eu já disse para você e vou repetir, foi por orgulho, você jogou fora todas as chances que você teve de ser alguém aqui, de ser aquela advogada top de linha que você sempre disse que ia ser, ai resolveu ser top de linha na favela”. Bibi falará para a mãe que ta bem, que já não está nem conseguindo pensar direito, ela irá até a janela tomar um ar e verá Silvana saindo da casa de Heleninha.

Sem pensar duas vezes ela  correrá até a rua, mas não conseguirá parar o carro da jogadora. Certa de que Silvana está mentindo para ela sobre ter ido viajar, Bibi, no outro dia certinho fará plantão na portaria do apartamento da amiga. Ela pegará Silvana saindo e falará: “Eu vim buscar o que eu deixei com você Silvana: “Silvana dirá que está saindo, que teve que voltar antes de viagem”, mentindo já que roubou o dinheiro de Bibi. A perigosa, por sua vez, colocará ela contra a parede dizendo: “Silvana, pelo amor de Deus, tudo que eu tenho está nesse pacote que eu deixei ai com você eu preciso dele”. Silvana tentará fugir dizendo para Bibi ligar à noite, mas Bibi a segurará pelo braço  e falará: “Agora, tô na loca Silvana eu preciso agora”. Silvana subirá com Bibi para o seu apartamento com a maior cara de tacho, já a ex de Rubinho, nem imaginará que não tem grana nenhuma e falará: “Tô tendo que recomeçar do zero Silvana, totalmente falida, se não fosse esse dinheiro que eu deixei ai com você eu nem sei o que ia ser”. Bibi entrará no quarto de Silvana, Dita como sempre irá atrás sabendo que a merda vai feder. Silvana mandará a empregada fechar a porta e prestar atenção, enquanto falará para Bibi sentar e ficar à vontade. Bibi então dirá: “O Silvana, eu não vou pedir para você me esconder dessa vez não, eu não estou sendo procurada, só vim aqui pegar o que eu deixei com você, eu pego e sumo da sua vida, nunca mais eu vou te incomodar viu”. Silvana irá pegar o pacote, e engolindo seco, dirá: “É eu.... bom Bibi eu queria te explicar... Éééé... Eu tô morrendo de vergonha.... eu.... eu tive uma emergência... e eu.. eu precisei usar o dinheiro que estava aqui”. Bibi ficará espantada e Silvana dirá: “Mas eu vou repor, eu vou devolver, não se preocupe, eu vou devolver nota por nota”. Bibi, pegará o pacote ainda sem acreditar e falará: “Você o quê? Você abriu um pacote que eu deixei com você em confiança? “. Dita dirá que foi uma necessidade mesmo e Bibi ao ver realmente que não tem nada  dirá chorando: “Silvana, você usou o dinheiro que tinha aqui, usou a minha garantia pra jogar?”. Silvana dirá que não imaginou que Bibi ia voltar tão cedo e Bibi, completamente abalada, falará: “Meu Deus, eu mereço, eu mereço meu Deus, como que eu fiz isso, como que eu confiei, como eu deixei minhas coisas de garantia na mão de uma, de uma doente que nem você, como que eu peguei tudo, tudo que eu salvei esse tempo na minha vida para botar na mão de uma viciada, você é doente, você é doente, viciada.” Silvana, chorando, falará que irá repor tudo, com juros inclusive e pedirá uma semana apenas para Bibi.  A filha de Aurora, também com lágrimas escorrendo, berrará: “Como? como você vai repor? Jogando? Jogando em um lugar feito aquele que eu fui te tirar, de onde você nem saia viva se eu não fosse lá salvar você Silvana”. Silvana falará que aquilo foi uma irresponsabilidade dela e Bibi chorando, continuará a berrar: “E isso aqui agora? E isso aqui agora foi o quê? Pohh Silvana, eu tô na merda Silvana, eu não tenho nada, eu só tinha isso aqui e você, meu Deus do céu, que que você fez? Isso é, isso é um sinal, minha mãe falou pra mim, minha mãe falou pra mim que isso aqui é um sinal, toma, toma, fica com isso pra você, fica com isso também, não quero mais nada disso, eu sei da onde que isso vem, eu tenho que mesmo que ficar sem essa merda toda aqui para recomeçar minha vida de novo”. Bibi jogará todas as suas bijuterias e semijoias pelo quarto de Silvana, não querendo mais nada. Silvana, chorando e envergonhada dirá mais uma vez que irá devolver tudo. Bibi então tomará uma atitude, ela balançará a cabeça e dirá: “Silvana, me da as suas roupas, me dá as suas roupas que eu vou começar direitinho a minha vida, eu vou abrir um brechó, me dá as suas roupas, me dá todas as roupas que você não usa mais, ta bom”. Silvana mandará dita pegar todas as roupas e inclusive as bolsas também. Bibi no final de tudo ainda abraçará Silvana e as duas chorarão juntas”.





Postar um comentário

0 Comentários