Bomba!

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

A VIDA DA GENTE - Capítulo 09/03 Terça – Resumo da novela A Vida da Gente hoje completo Março 2021

    No próximo capítulo da novela A Vida da Gente. Ana não abandonou a filha e trouxa a pequena Júlia para o Brasil, dizendo a todos que a menina é filha de sua mãe, porém, um novo entronco com Rodrigo pode mudar toda essa história. Será que o amor falará mais alto dessa vez? Além disso, Cris, não quer ser mais uma Eva na vida de Jonas e para garantir seu lugar definitivamente ao lado do empresário decidirá ter um filho com ele, porém, a educadora física descobrirá um segredo chocante que a deixará totalmente devastada. E ainda, Iná finalmente conhecerá sua bisneta e não se deixará enganar pela história contata por Ana de Manuela, o que poderá causar uma reviravolta na trama.

    Veja tudo no vídeo acima!

    O capítulo começará com o encontro entre Ana e Rodrigo, ao ver o ex a tenista ficará sem reação e ele perguntará se ela está bem, Ana dirá que sim e os dois começaram a conversar normalmente, coisas do dia a dia. “E o seu braço ele melhorou?” Ana dirá que sim e um clima ficará no ar. Rodrigo, sem ainda entender o motivo dos dois se afastarem dirá: “Bem Ana, faz tempo que a gente não se ve neh e eu nem se eu devia ter vindo aqui assim desse jeito, sem falar nada, mas é que ficou tudo tão mal, parado, pelo menos pra mim que fiquei, enfim, eu queria que a gente conversasse, bom, mas se você não quiser...” Ana olhará para a sua filha, que até então Rodrigo não perceberá, até porque terá duas pessoas sentadas em um banco perto deles e a menina estará no carrinho.

    Ana dirá que é claro que ela quer conversar com ele, mas se mostrará receosa, Rodrigo então dirá: “Mas o que Ana, Ana o que que aconteceu? Porque que a gente se separou assim desse jeito, do nada, é horrível ver você assim desse jeito e não fazer nada, porque eu sei que não sou só eu, você também... Ana fala alguma coisa pelo amor de Deus”. Ana então dirá com os olhos lacrimejando: “não sei o que eu posso te falar Rodrigo, mas eu posso te dar um abraço? “. Os dois se abraçaram forte e quase rolará um beijo, porém, Eva ligará no exato momento: “Oi mãe, tô, tô aqui ainda sim, ta eu passo na farmácia e compro, pode deixar a gente já ta indo, tchau”. 

    Neste momento Ana se aproximará do carrinho de bebê, o pegará e Rodrigo ficará em choque, ele ficará olhando fixamente para a bebê e Ana dirá: “Essa é a Júlia, é difícil de explicar, mas a minha mãe se envolveu com um homem enquanto a gente estava fora, não é fácil de entender neh, mas você conhece a minha mãe”. Rodrigo, sorridente, falará: “Então quer dizer que vocês ganharam uma irmãzinha é isso?”. Ana dirá que sim, meio sem jeito e Rodrigo falará sorrindo que nunca pensou que Eva quisesse uma criança. Ana então dirá: “Nem eu, mas aconteceu”. Ele olhará mais uma vez para menina, todo encantado e antes que ele note qualquer semelhança, Ana falará: “Desculpa Rodrigo, mas eu vou ter que ir, a minha mãe está esperando por ela, e a gente se vê outra hora”.  Ana sairá, mas antes Rodrigo dirá: “Ana, eu não vou ficar insistindo, não quero ficar te enchendo, mas quando você quiser conversar, se você quiser conversar, me liga, o telefone ainda continua o mesmo”.

    Ana chegará em onde encontrará Manuela sozinha, ela então comprará briga com a irmã: “Não está tudo bem sabe porque, porque você não tinha o direito de fazer o que você fez, você não tem o direito de me expor desse jeito sem antes me avisar Manuela”. Manuela perguntará se a irmã está falando por causa do rodrigo e Ana falará: “Olha pra minha cara, adivinha, não importa o que você acha ou deixa de achar porque a vida é minha, agora se você acha que eu sou um idiota, uma estúpida que faz tudo errado...” Manu interromperá Ana e tentará se desculpar, mas a tenista continuará: “Você disse pra ele passa na praça e pega idiota da minha irmã desprevenida”. Ana parará de discutir para cuidar da filha que estará chorando e Manu falará: “Ana, não fica assim vai”.  Ana não vai querer discutir mais na frente da filha e irá para o quarto”.

    Manuela irá atrás e se desculpará: “Desculpa Ana, você tem razão, eu não devia ter me metido, mas eu juro que eu não fiz por mal”. Ana então dirá: “Eu sei que não, e é isso que acaba comigo, porque eu sei que você está certa Manu, é horrível esconder uma coisa dessas pra pessoa que eu mais amo, sabe o que eu acho, que tem alguma coisa de errado comigo, muito torta, de verdade, porque, Manuela eu só estava apaixonada, só isso, de uma hora pra outra eu me vi metida nessa maluquice, e o Rodrigo depois de tanto tempo, você sabe o que é imaginar uma pessoa, sempre ali na sua cabeça, imaginar o que você vai dizer pra ela, quando você,... ai ela aparece e você não sabe o que dizer”. 

    Na faculdade, Rodrigo conversará do encontro com seu tio, “Eu fiquei mudo feito um idiota tio, ela me deixa desse jeito sabe. Eu adoro a Ana Tio, adoro, mas é muita complicação, às vezes eu fico pensando que não é pra ser, sei lá, toda hora uma maluquice diferente”. Lourenço, sem entender, questionará o tipo de maluquice e Rodrigo falará: “Não dá para contar assim em cinco minutos, a mãe dela é muito louca, enfim, outra hora eu te conto”. Rodrigo acabará falando um pouco do que está acontecendo e Lourenço o aconselhará: “Sabe o que eu acho? Eu acho que você precisa aprender a negociar com a vida, porque às vezes a vida não te da uma coisa e te da outra, nem sempre a gente sabe o que é melhor pra vida da gente”.

    Ana, por sua vez, estará falando do mesmo assunto com a irmã: “Eu sei que o melhor pra mim agora é seguir o meu rumo, firmar a minha carreira, me tornar independente, até pra poder me alforriar da mamãe, só que, Manuela, ele não sai de dentro de mim, até lá na patagônia, no meio do nada, até lá, eu sentia a presença dele aqui comigo 24 horas por dia”. Já Rodrigo dirá ao tio:” Sei lá tio, talvez paixão seja isso, essa coisa horrível e maravilhosa ao mesmo tempo”. Lourenço fará uma metáfora, dizendo que paixão pode ser considerada uma doença e depende de Rodrigo querer cura-la ou não.

    Rodrigo irá para sua casa, onde conversará com sua irmã, Nanda mais uma vez reclamará de Cris e Rodrigo logo dirá que a ruiva está obcecada. Nanda falará que o único obcecado é Rodrigo, obcecado por Ana e aproveitará para perguntar como foi o encontro com a garota, já que o irmão havia prometido que caso Ana continuasse complicada e colocando barreira no relacionamento dos dois iria partir para outra. Rodrigo contará tudo que ocorrei e que mesmo achando Ana muito difícil não consegue partir para outra, ele também contará do bebê, que supostamente é de Eva, e Nanda achará tudo isso muito estranho, começando a colocar uma pulga na cabeça do irmão.

    Na casa de Ana, a jovem ficará até tarde acordada com Júlia e Eva chamará a atenção da filha, já que ela tem diversos compromissos no dia seguinte, Eva se oferecerá para cuidar da menina para Ana dormir, o que com o tempo passará a ser frequente e deixará Ana mais disposta a parar de seguir os planos da mãe, já que terá sua filha praticamente criada por Eva. 

    No dia seguinte, Ana irá primeiro para sua sessão de fotos para a campanha publicitária e logo em seguida ver Vitória, para saber como começará o treino. Lá Vitória como sempre estará pegando pesado com os alunos, dessa vez com sua própria filha, Sofia. 

    Vitória então conversará com Ana, juntamente com Eva e a pequena Julia: “É fundamental que você tenha consciência da intensidade do treinamento, foram meses parada por conta do que houve, nós temos muito trabalho até o próximo torneio”. Ana dirá que sabe e Vitória completará: “Eu quero também que você saiba que nesse momento, nada, pode interferir na sua dedicação, na sua concentração no seu trabalho”. Ana já ficará estressada e dirá: “Se você ta falando da Júlia você pode ficar tranquila que ela não vai ser um problema”. Vitória sorrirá e dirá: “Ótimo, é muito importante que você se alimente de forma equilibrada e principalmente, que durma a noite toda sem interrupção.” Eva falará para Vitória ficar tranquila pois o berço da Júlia fica no seu quarto e a treinadora dirá: “Bom saber, eu quero você Ana absolutamente focada, eu conto com a sua mãe para te brindar de todo e qualquer problema fora da quadra”.

    Durante um jantar na casa de Jonas, o assunto da Julia chegará a tona, Jonas ficará bravo acreditando que Eva pode ter lhe traído enquanto ainda eram casados, ele questionará sobre o pai do filho e Rodrigo não saberá responder. Cris ficará enciumada e dirá: “Pera ai Jonas, você não ta achando que essa criança é o seu filho ta? “Jonas dirá que desse mal ele não morre e Cris falará: “Como desse mal não morre, mas não morre por quê? Posso saber? Ai meu Deus, ai meu Deus, só falta essa criança ser sua filha agora”.  Nanda se intrometerá e dirá: “Olha aqui, fazendo as contas a periga da Cris tem razão hein pai”. Jonas então dirá: “Eu asseguro que isso é extremamente impossível” Cris, ainda receosa, perguntará: “Ah é? Impossível porquê? Me diz, olha ai, ela fez as contas, não fez as contas? “ Jonas então falará: “Errou o cálculo, eu não posso jamais ser o pai dessa criança, porque sou vasectomizado”. Cris, que tem o sonho de ser mãe, se chocará e dirá: “Vasectomizado? Você nunca me disse que era vasectomizado”. Jonas dirá que faz muito tempo, que foi logo depois que os filhos nasceram e que não é assunto para ficarem conversando na mesa. 

    Mais tarde, na cama, Cris, muito magoada, falará: “Ta cheio de mulher por ai que aceita desrespeito do marido, desde que ele seja rico e pague tudo, mas eu vou logo avisando, que comigo o buraco é mais embaixo, comigo não funciona assim não”. Jonas questionará o que ele fez, pois a vasectomia foi a mais de uma década e nem a conhecia. Cris dirá que o problema foi ele não ter lhe contado nada e Jonas falará: “Cris eu desmanchei o meu casamento para ficar com você, briguei com os meus filhos para ficar com você, talvez no meio desse tempo eu tenha cometido alguns deslises, um errinho, quase imperceptível de não te contar que a muitos anos, eu, que tenho os meus filhos criados decidi não ter mais nenhum, agora você considera isso um desrespeito não tem cabimento”. Cris, tentando mostrar seu ponto de vista, dirá: “Mas e o meu sonho de ser mãe, ou melhor, o sonho de ter um filho com o homem que eu escolhi? Pra eu passar a vida inteiro, para envelhecer junto comigo”.  Jonas, então dirá: “Meu amor, envelhecer junto vai ser difícil, eu não sei se você reparou, mas eu já envelheci eu não posso ter um filho nessa altura, eu não posso agora gerar outra criança”. Cris continuará emburrada e baterá na tecla que ele destruiu seu sonho de ser mãe. 

    Enquanto isso, Eva brigará mais uma vez com Ana por a jovem querer dar de mamá para Júlia durante a madrugada. A maldosa obrigará Ana a ir se deitar e cuidará da neta. No dia seguinte, Ana e Manuela decidirão sair para um passeio onde encontrarão Iná, sua avó. Iná ficará emocionada ao reencontrar Ana e dirá: “Ai minha querida, eu quero escutar da sua boca a história dessa viagem, que assim de segunda mão ficou tudo muito misterioso”. Ana dirá que irá contar e pedirá um abraço da avó. Depois do abraço Ana falará: “Eu tenho uma pessoa para te apresentar primeiro, essa é a Júlia”. Iná olhará para a menina e sacará na hora que se trata da filha de Ana, porém, a tenista contará outra história par avó, que claro não acreditará: “Quer dizer então que mal botou o pé na argentina, A Eva que é a pessoa mais rígida e controlada do mundo teve uma vontade irresistível de engravidar e ter um bebê, como é linda essa criança, é toda você minha filha”. Ana tentando se explicar dirá que tem gente que falar que é a cara da Manu também e Iná falará: “não, não, não, Não precisa dizer nada não meu Bem, fala nada não, eu posso entender como você está se sentindo, aliás, eu disse muitas vezes, vocês sabem que podem contar comigo sempre e pra tudo não sabe, pois então, quando vocês puderem conversar abertamente, olho no olho, com liberdade, eu  espero vocês duas”. 

    Iná irá embora e se lembrará do seu sonho, do bebê dentro d’agua e imaginará que esse é pelo sufoco que Ana passou. Ana e Manu por sua vez terão certeza que Iná não engoliu a história e que terão que contar a verdade para a Avó. O capítulo terminará com Iná chegando na casa da filha Eva e a confrontando: “Eu sinto muito Eva, mas hoje você vai ter que me escutar”.


Postar um comentário

0 Comentários