Bomba!

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Império - Cristina revela ao comendador que é sua filha!

  Nos próximos capítulos da novela Império – Cora está certa que José Alfredo é o pai de Cristina e não medirá esforços para conseguir que a sobrinha abocanhe parte da fortuna do comendador. Enquanto a jovem, após a perda da mãe e do camelódromo, decidirá ouvir os conselhos da tia maléfica e procurar o seu pai em busca de ajuda. Só o que Cristina não aguarda, é que esse encontro sairá completamente fora do esperado, uma vez que Maria Marta a pegará espionando o comendador e decidirá tomar uma atitude inusitada. Será que Cristina conseguirá revelar ao ricaço que é sua filha? Além disso, após conseguir o encontro entre José Alfredo e Cristina, Cora cairá do cavalo bonito e acabará sendo castigada por suas maldades de maneira bizarra. Veja todos os detalhes no vídeo abaixo:

    Depois de armar um belo de um plano, Cora consegue finalmente convencer a sobrinha de ir atrás de seu pai, o Comendador. Cristina, ainda receosa, começa a visitar a empresa império, sondando os passos do pai. Em uma visita a jovem acaba sendo abordada por José Alfredo, que pergunta o que ela está fazendo ali. Sem coragem para contar a verdade a jovem mente e acaba não contando a real razão de ter ido ao local. Mesmo após ser abordada por José Alfredo, Cristina continua a sondar os passos do pai e como consequência acaba sendo vista novamente por Zé Alfredo, o que deixa o homem enfurecido e o faz ir confronta-la para saber o que está acontecendo 

    Muito nervoso José Alfredo pergunta o que a garota está fazendo na porta da sua empresa novamente e Cristina, que herdou a marra do pai, responde “A rua é pública, eu ando por onde eu quiser”. Zé fica nervoso com a resposta e diz “Ah, mas você não me faça de trouxa! Que eu viro o bicho e ninguém me segura! Menina é a terceira vez que você aparece aqui com essa desculpinha esfarrapada pra boi dormir! Sem embromação me diga! Logo! Sem mais mais, sem palhaçada! Que que cê quer?” A discussão acaba chamando a atenção de Maria Marta, que vai até os dois e questiona: “O que está acontecendo aqui Zé Alfredo? Quem é essa moça? Cê conhece ela ou não” E ele diz bravo “Conheço nada! Nunca vi mais gorda, até que começou dar as caras aí, começou a ficar de olho aqui”.  Maria Marta então pergunta o porquê ele ainda não chamou a polícia. 

Isso incomoda Cristina, pois ela é inocente nessa história toda para acabar sendo vista como uma suposta criminosa, ela então rebate o comentário da madame. “Quem a sra acha que eu sou?” e Maria Marta, fina como sempre, responde “dada as devidas circunstancias, você pode ser qualquer coisa, meu bem!” supondo que Cristina possa ser um olheiro pretendendo armar um sequestro para seu marido ou para ela ou, pior ainda, para seus filhos. Com isso, Cristina se estresa e diz “Não! Ou a sra é paranoica ou está delirando” e Maria Marta rebate “Delirando eu estaria se eu não tomasse providências!” E olhando de volta par a Zé ela repete que vai chamar a polícia. Cristina fica muito irritada e ofendida com tudo isso e diz que vai embora. O comendador a segura pelo braço e diz que ela não vai a lugar nenhum enquanto ela não responder para ele o que ela quer, e tenda ir embora de todo jeito. Enquanto Maria Marta liga para a policia e ainda se refere a Cristina como um pivete que está ali.

  No meio da confusão, antes que a situação ficasse ainda pior, Cristina fala para o espanto do Comendador. “eu sou filha da Eliane”. ele fica sem palavras por alguns instantes. Ela pergunta se ele sabe quem é, se ele se lembra dela e o Comendador tem um flashback do amor da sua vida, o que faz o homem com banca de marrento amolecer o coração na hora. Zé então pega o celular da mão de Maria Marta e fala para a policia que foi um engano. 

  O Comendador pergunta se Cristina é mesmo filha de Eliane e Maria Marta fica toda perdida perguntando quem é essa Eliane e pergunta o porquê de Cristina ter vindo procurar Zé, se é por que ela quer que seu marido pague o enterro de sua mãe, já que Cristina constará que Eliane morreu. Cristina mais uma vez se ofende com as perguntas de Marta e o comendador pergunta sobre seu irmão, Ivaldo. Tanto a ricaça quanto seu marido concluem que ela é sobrinha de Zé. Mas Cristina entrega a carta e surpreende os dois. 

    Maria Marta fica histérica, se perguntando “como assim” “Filha” “Você?” “Mas que piada de mal gosto é essa?” e Zé pede que ela fique quieta! E ela brava responde: “Não fico quieta de jeito nenhum! Mas só o idiota não percebe que isso pode ser um golpe? O que que essa gente quer? Levar uma parte da nossa fortuna? Uma garota que só aparece depois que a mãe morre e traz uma carta” e falando diretamente para Cristina “Olha, meu bem, esse golpe é velho, essas histórias eu leio todos os dias nos jornais” 

    O comendador pede para poder falar a sós com a jovem, mas Marta não para com o surto, Zé então a manda calar a boca. Depois da grã-fina ofender muito Cristina, acusando ela de inúmeras coisas, a filha do comendador, até então não reconhecida, decide ir embora. 

    Cristina, antes de sair fala tudo o que pensa, mandando o comendador ficar com seu dinheiro e com sua banca de dono do mundo e com sua mulher histérica, pois ela está fora dessa! 

Zé Alfredo não se contenta com o que acabou de passar e manda Josué ir atras de Cristina e trazer ela de volta. Ordena que a família toda o deixe sozinho nesse momento. Maria Marta até insiste, ameaça, mas acaba não ficando também. Enquanto isso, Cora também está agilizando o passo, para chegar na empresa do comendador e terminar de fazer o serviço que começou. 

Josué, capanga de José Alfredo vai atrás de Cristina, a encontra e a força entrar no carro e seguir junto para a Império. Enquanto isso o clima na casa e na família do comendador esquenta, pois depois de Maria Marta contar a história para os filhos, eles nitidamente ficam preocupados, afinal, dividir o a fortuna com mais uma não é, nem de longe, a vontade deles. Cristina finalmente fica frente a frente com José Alfredo a sós e eles conversam sobre a carta e tudo o que motivou Cristina a ir atrás dele. 

  Ela se abre sobre tudo o que tem passado. O incêndio no camelódromo, o irmão preso e a falta de dinheiro, e deixa claro que sim, precisa e deseja ajuda. Mas para ferrar com a situação toda, sua tia Cora aparece na empresa e, Zé já conhecendo a peça deduz o que para ele se torna obvio, que só pode ser golpe das duas. Cora chega dizendo que não podia deixar a sobrinha sozinha na cova dos leões, e continua dizendo “ Cê é muito ingênua, minha filha, você não sabe, o perigo que você está correndo se metendo com essa gente aí. Essa gente aí é capaz de tudo, não tem escrúpulos”. O comendador não engole já logo rebate “Ta falando de si mesma? Eu era ingênuo demais para saber que você não valia nada” E cora pergunta o que ele está insinuando, e ele rebate de novo. “Não estou insinuando nada, eu estou é afirmando, que eu conheço seus métodos de enredar os outros e deve ser os mesmos métodos que você usou para convencer a sua sobrinha de vir aqui me procurar” e Cora diz “Eu não fiz nada disso” o Comendador então diz “Fez! Fez sim, Fez que eu sei. Da mesma forma que me fez aquele dia, na rodoviária me convenceu de deixar Eliane para trás e ir embora para sempre” ironizando com razão. Cora nega tudo e diz que pode processa-lo por calunia. Zé pede para ela olhar no espelho e se perguntar se pode mesmo fazer algum mal para ele. Que já ferrou com ele uma vez, mas que agora era para ela ver onde ele chegou e onde ela está. No meio da briga, Cora acaba admitindo que sabotou a história de Eliane com José Alfredo, e ele fica furioso com a declaração. Ele encerra a conversa muito alterado e grita que elas não são nada para ele e que não tirarão um tostão dele. Cora não sai por baixo e diz que o mundo dá voltas, e que José é prova disso e que um dia irá se curvar diante dela. 

    Essa mulher sabe como ser uma víbora!

    Nos capítulos posteriores José Alfredo, para a surpresa de Cristina faz uma visita a ela, e acaba vendo o álbum sobre ele. Lamenta que Eliane não tenha o procurado. Além disso prende Cora no armário e só deixa que ela saia no dia seguinte, quando pede que a soltem, a castigando bonito. Com o decorrer da trama Zé Alfredo e Cristina acabam se aproximando cada vez mais e após ser comprovada que a moça é realmente filha dele Zé a coloca para trabalhar na Império, deixando os outros herdeiros furiosos.




Postar um comentário

0 Comentários